sábado, julho 28, 2012

Sabia sorrir escorrendo pelos lábios. Sabia ser doce, mesmo tomando cerveja todo dia. Sabia um jeito automático de trazer para perto sem muito esforço, com as pontas dos dedos tocando o cabelo. Sabia desenhar o Sol na calçada de um dia particularmente ruim. Sabia o timing de uma braçada de flores, um adular sem critério, o aceitar a falha sem grande crítica.

Sabia o que puxar do baú quando as coisas aparentemente seguiam sem rumo.

Quanto a mim, só sei que você é do meu melhor.

Nenhum comentário: