segunda-feira, outubro 04, 2010

#1 B&S - My Wandering Days Are Over (Tigermilk)

"You know my wandering days are over
Does that mean that I'm getting boring?
You tell me"


O que sobra, então, é a necessidade de pisar no real. Não que eu não me permita, eventualmente, ter meus delírios pessoais quando chego, ali às seis da tarde, com o corpo implorando por um pouco de doçura. Não rifei todas minhas ilusões sem deixar as mais ternas e caras no bolso.

A diferença é que, quando escutava esta música nos primórdios da década passada, parecia que as coisas haviam evoluido prum esgotamento irreversível. Havíamos tentado tanto, batido tanto, prometeram-nos mundos e fundos para que nos finalmente ficássemos só arfando pela lufada que nunca viria.

Inbetween days, aqueles. De cartas imensas e esperançosas pelo o que havia por vir. Não vinha, nunca vinha. Não daquela forma. Nunca aquela epifania redentora que nos içaria do morno & banal para aquilo que nem tinha cara nem rosto, era só um conceito de talvez melhor e pleno.

O que descobriríamos é que a salvação não se persegue. Ela viria, sorrateira, ao nosso encalço. Morderia os calcanhares, botaria-nos loucos pela madrugada adentro até quando, vejam, estivéssemos pagando nossas contas, tocando nossas vidas num desassossego ligeiramente saudável.

Não que aqueles dias errantes tenham terminado. Só desejamos uma cerveja no conforto do sofá, onde antes havia aquele ímpeto em comprar a primeira passagem ao Taiti.

Um comentário:

Anônimo disse...

#1
And the moment will come when composure returns
Put a face on the world, turn your back to the wall...