quarta-feira, fevereiro 25, 2009

24 anos

"Acabou nosso carnaval
Ninguém ouve cantar canções
Ninguém passa mais brincando feliz
E nos corações
Saudades e cinzas foi o que restou"

Veja bem, as coisas vezenquando parecem chegar num beco sem saída. Questiono o amor daqui, o amor de lá. Não sei se as coisas acontecerão do jeito que eu quero. Faço apostas no escuro. Falta tanta coisa que às vezes até sufoca. As ilusões são menos tangíveis. E tem aquela vertigem da queda, aquela que a bailarina sente quando ameaça o passo em falso....

Mas no entanto, é preciso cantar. Mais que nunca, é preciso cantar. É preciso manter a ternura. Mesmo sem saber como, quando, nem por onde...

Que seja um Feliz aniversário. Que seja doce, sete vezes.

"A tristeza que a gente tem
Qualquer dia vai se acabar
Todos vão sorrir
Voltou a esperança
É o povo que dança
Contente da vida, feliz a cantar
Porque são tantas coisas azuis
E há tão grandes promessas de luz
Tanto amor para amar de que a gente nem sabe"
(Marcha da Quarta Feira de Cinzas - Vinícius de Moraes)

Mais: 23 anos, 22 anos, 21 anos, 20 anos, 19 anos


Nenhum comentário: