domingo, junho 04, 2006

Domingueira

Décima hora de plantão e meia de um domingo. Depois de ter dormido umas duas horas (boemia, sinuca, programas inesperados - acontece). O tédio é ilimitado e fico aqui esperando o tempo passar (provável que amanheça o dia mas não chega as 19:30 de hoje).

Enfim.

Acordei pensando em Bandeira. Poucos versos desconexos que sei de cor. A idéia geral: ternura. Saudades, de coisas etéreas e imateriais.

Uma vontade que a vida fosse muito menos complicada que é realmente.

Umas três respostas complicadas me esperam na semana que vem - paciência.

E, apesar de tudo, apesar desse friozinho gostoso e a carência de algo além de se afogar nos edredons...

... vai dar certo. Há de dar.

Nenhum comentário: