domingo, maio 07, 2006

Libertação

"Who's to say I can't do everything?
Well I can try, and as I roll along I begin to find
Things aren't always just what they seem"

Acabaram minhas férias, se é que essa coisa indecente de folga de terça a sexta possa ser chamado disso. Descansei, é verdade. Pois fiquei quase imóvel dentro de casa, vagando pelo Orkut e MSN, sozinho de não ter mais jeito. Mas foi bom. Essa imobilidade foi apenas aparente, a externa. Porque, internamente, minha alma deu saltos.

"This world keeps spinning
And there's no time to waste
Well it all keeps spinning spinning
Round and round and upside down"

Nada de prático aconteceu nesse finde. Nenhum acontecimento memorável, com direito a música de suspense. Mas a viagem foi inesquecível, daquelas bem libertadoras. Porque depois de tantas negações ou desencontros, caminhar superficialmente amado e observado e talvez até um pouco desejado numa pista de dança* é de se ficar sorrindo por semanas a fio. Dei-me o direito de ser moleque e também aprontar das minhas. Dei-me o direito de dizer: compreensivo é o caralho, sem qualquer sinal de remorso. Ratifiquei o voto de confiança e carinho de tantos amigos, tantas pessoas que dispuseram de estender a mão para qualquer - eventualidade - dentro - dos - últimos - acontecimentos, que, como diria naquela propaganda clichê, não tem preço.

"Who's to say what's impossible and can't be found?
I don't want this feeling to go away"

Tenho escutado Upside down, do Jack Johnson, no modo repeat. Porque, ali, no final das contas, os próximos oito meses prometem as melhores coisas que possam acontecer. Estou otimista, por mais paradoxal que isto pareça. E, sinceramente, eu não quero que esse sentimento acabe tão cedo...

* Leo, quando escrevi isso, me lembrei de Sophie Ellis-Bextor. Faltou você. Sempre falta você, amigo.

** Desculpem os posts longos, mas aproveitei as férias para botar a literatura em dia. Leiam com parcimônia, pois os posts tendem a rarear de agora em diante.

*** Links novos. Engraçado que a maioria são de Bsb. Eita cidade indecente para reunir gente interesse...

Nenhum comentário: