segunda-feira, setembro 05, 2005

Before sunsire

"Sabe qual é a pior coisa de alguém terminar com você? É quando você se lembra o pouco que pensou nas pessoas com quem você terminou, e percebe que é assim que elas estão pensando em você. Você sabe, você gostaria de imaginar que ambos compartilham todo esse sofrimento, quando na verdade estão só pensando algo como 'hey, ainda bem que você foi embora' "
(Antes do Amanhecer)

Quase aluguei Antes do Amanhecer novamente só por causa desta cena (não aluguei pois estou em falência decretada). Talvez, ao ver essa cena, curtir os últimos segundos de melancolia e finalmente enterrar esta história. Para quem não conhece, Antes do Amanhecer é uma tese de doutorado sobre relacionamentos. Tão real e vivo, tão a nossa cara, de pessoas comuns cheias de sonhos, verdades pré-fabricadas, boas intenções e uma vida inteira pela frente.

E depois de tudo, querem saber? Estou bem. Não a 100%, mas bem. Mais rapidamente que eu esperava - como num estalo, fui esquecendo aquele tom de voz. Do segredo das suas piadas. De como seus cabelos encacheavam na ponta dos meus dedos. Das manchas borradas na sua íris. Seus tiques, seus desejos. Daquele olhar atravessado, um cruzar de mãos debaixo da mesa, das almas perdidas que se encontraram no meio da madrugada. Com a sucessão dos dias, dessa semana, as lembranças foram perdendo as cores - algumas principais, ficam marcadas como cicatrizes. A maioria, no entanto, vão para o limbo, escorregam pelas frestas do inconsciente com destino desconhecido...

Mas o que marcou, não há jeito de deletar. Não posso pedir às rádios para nunca mais tocarem nossas músicas, as grandes emissoras trocarem as programações, nem às multinacionais para retirarem do mercado alguns perfumes. Não vou pedir para ninguém retirar a Lua no céu. Este resto, só o tempo. Mas vai ser tranquilo. Pois já sei que viver é um eterno exercício de superação.

"How happy is the blameless vestal's lot!
The world forgetting, by the world forgot.
Eternal sunshine of the spotless mind!
Each pray'r accepted, and each wish resign'd..."
(do filme Brilho Eterno de uma Mente sem Lembranças, que com crise ou sem crise, assistirei novamente)

Nenhum comentário: