sexta-feira, julho 08, 2005

Retorno

Mudei. Mudei mesmo. Em coisas pequenas, essenciais.

Principalmente na forma que eu me relacionava com os outros. Com o mundo. Resolvi levantar todas as defesas que eu pude para colocar ordem no barraco. Resolvi deixar de relevar muitas coisas que me irritavam.

Acabei me desvinculando da maioria das coisas que me prendiam por aqui. Esperando pouco, quase nada, das pessoas que me cercavam. Fui ocupando os espaços agora vagos com outras coisas, outros sentimentos, outros programas. Um lento processo de recuperação.

E agora eu fiquei bem. Estou bem. Suficientemente capacitado a ocupar alguns velhos espaços. Com um sentimento urgente de recuperar um pouco do que deixei para trás, depois que tantas pessoas queridas vieram comentar desse meu aparente sumiço.

Não sei se foi a coisa certa, mas foi bom para mim. 2005 caminha rápido e indolor. Taquicárdico e ligeiramente feliz. Instável - mas daquela instabilidade boa, com aquelas preocupações boas e boas perspectivas.

Digam a todos que estou voltando. Para Franca, de férias, em breve. Em Uberlândia, para mais ou menos da forma que eu sempre fui...

Nenhum comentário: