quinta-feira, março 31, 2005

Post conjunto

"Everybody is changing
And I don't feel the same"
(Keane)

Por muito tempo, acreditei que felicidade era estática. Que, a partir do momentos que sentimos toda aquela alegria boba de ser feliz, o mundo deveria parar. Ficar eternamente no mesmo ponto. Imóvel e dormente.

Nem preciso falar que, por causa disso, quebrei a cara milhões de vezes. E depois de muito levantar, sem compreender os motivos pelos insucessos, resolvi quietar um pouco e perceber as coisas que estavam a minha volta.

E percebi que todos, sem exceção, estavam mudando. No gerúndio mesmo, tão horrível porém verdadeiro. Uma ação em acontecimento. Alguns, numa velocidade tão grande que era impossível de acompanhar. Outros, numa espécie de mudança paralela, em sintonia extrema e assustadora.

E por mais que seja doloroso ver pessoas muito queridas partindo, não há como impedir o progresso. Assisti nesse final de férias uma série da HBO chamada "Angels in America", linda de doer. Basicamente, esse é o mote: as coisas não voltam. A gente também muda. E a mudança é boa, na essência: só por ser mudança.

Porque, bem ou mal, eu também estou partindo...

Post conjunto com o Sete Faces

Nenhum comentário: