sexta-feira, fevereiro 25, 2005

20 anos

"Certo, muitas ilusões dançaram - mas eu me recuso a descrer absolutamente de tudo, eu faço força para manter algumas esperanças acesas, como velas. Também não quero dramatizar e fazer dos problemas reais monstros insolúveis, becos-sem-saída. Nada muito terrível. Só viver, não é?"
(Caio Fernando Abreu)

Nenhum comentário: